terça-feira, 8 de julho de 2014

III Festival A Cidade CRIA, Vamos juntos!!!

Esse ano de 20 anos do CRIA tem III Festival A Cidade CRIA Cenário de Cidadania! Estamos em um ano super importante que marca os 20 anos do CRIA, ano de desafios, conquistas e  de muito trabalho do jeito que a gente gosta!

O III Festival está em fase de captação de recursos e como o CRIA tem no seu DNA a coletividade, entramos numa campanha de financiamento coletivo, o crowdfuding.

A ideia é que através de doações você possa participar diretamente da captação de recursos do Festival. Como? Dá uma olhada no site: http://www.kickante.com.br/campanhas/apoie-o-iii-festival-de-arte-educacao-do-cria

Vejam o primeiro vídeo da campanha! E vamos que vamos rumo ao III Festival! Chegue Junto!!!

video



quarta-feira, 11 de junho de 2014

Macarrão faz nova participação no seriado A Grande Família

Amanhã é o dia! E não pensem vocês que estamos falando da Copa do Mundo. A expectativa do CRIA está em torno da segunda participação do nosso querido Macarrão no seriado "A Grande Família", exibido no canal 11 da TV aberta.

Nesta quinta-feira (12), o ator e assistente de direção, Evaldo Maurício, interpretará novamente o personagem Pajé Muricy, vivido pelo conterrâneo, Luís Miranda, alguns anos mais novo. E sim, o programa abordará o maior evento esportivo do mundo, só que falando sobre a edição em que a seleção brasileira estava em busca do quinto título mundial.

Ficou ansioso? Então não esqueçam. Amanhã, a partir das 22h30, no canal 11.

segunda-feira, 9 de junho de 2014

CRIA lança cartilha para enfrentamento ao tráfico de pessoas


"Eu tenho um sonho e você?" é o título da cartilha informativa lançada pelo CRIA no último sábado (7), no Largo Pedro Archanjo, voltada para o Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, com personagens inspirados no espetáculo "Quem me Ensinou a Nadar?", do grupo teatral Iyá de Erê, formado por jovens atores do CRIA, que já aborda essa temática há anos pelos palcos da cidade.

Apresentada por André Araújo, coordenador de equipe multidisciplinar, e por Eleonora Rabêllo, da coordenação geral do CRIA, a cartilha vem como mais uma alternativa de diálogo sobre esse tema com o público infanto-juvenil. "A cartilha é simples, mas com um leque grande de informações e atinge diretamente os jovens, com uma linguagem acessível e parte gráfica bastante atrativa", explica André. Ele também ressalta que, independente do momento em que o Brasil vive com eventos esportivos de projeção mundial, materiais como este fortalecem esse discurso que é uma das militâncias do CRIA e de parceiros como o Comitê Estadual de Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. "A Bahia é rota de tráfico e um dos destinos mais procurados quando falamos de turismo sexual, então é fundamental que esse público esteja ciente desta triste realidade", finalizou.

No mesmo dia, foi realizada uma homenagem à Ogum/Santo Antônio com uma deliciosa feijoada, reunindo jovens atores e familiares, equipe e amigos do CRIA numa grande celebração, com samba, dança e muito bate-papo. Veja algumas fotos:






sexta-feira, 6 de junho de 2014

Projeto Corra pro Abraço completa um ano e comemora resultados


Em clima de dever cumprido, o Projeto Corra pro Abraço realizou ontem (5), no Teatro Miguel Santana, uma Roda de Conversa em comemoração ao primeiro ano de atividades voltadas para a população em contexto de rua no Centro de Salvador.

O encontro foi aberto com a apresentação de um áudio documentário construído a partir de depoimentos de alguns frequentadores do Aquidabã, Praça das Mãos e Centro Pop, emocionando parte deste público e dos demais presentes que estavam no teatro. O evento seguiu com a encenação de uma peça estrelada por moradores de rua e usuários de substâncias psicoativas atendidos pelo Corra e abertura da roda de conversa com Eleonora Rabêllo (CRIA), coordenadora do Projeto, revelando a metodologia, objetivo e desafios encontrados durante o início das ações. 

E o trabalho continua, com arte e educação o CRIA espera que o Corra pro Abraço passe por mais anos como este, de erros e acertos, mas com o objetivo de levar noções de cidadania pelas ruas do Centro Histórico de Salvador.

segunda-feira, 2 de junho de 2014

O CRIA apoia o Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil

Foram aprovados no dia 13 de maio pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, os Projetos de Lei 7168/2014 e 177/12 que compõe o novo Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil para os convênios entre órgãos públicos e as entidades sem fins lucrativos. A necessidade de um novo marco surgiu a partir da insegurança jurídica e institucional, sentidas por gestores públicos e organizações causadas pela imprecisão das normas e regras aplicáveis em relação às parcerias.

Dados divulgados pela pesquisa Fundações Privadas e Associações sem Fins Lucrativos (Fasfil) indicam que existem no Brasil 290,7 mil organizações da sociedade civil. A maior parte delas surgiu após a promulgação da Constituição Federal de 1988, que reconheceu a organização e a participação social como direitos e valores a serem garantidos e fomentados.

Em 2010, diversas organizações da sociedade civil se uniram por um Novo Marco Regulatório para as OSCs, que reúne mais de 50 mil organizações, movimentos sociais e redes para discutir e cobrar a criação de um arcabouço legal que dê mais segurança e amplie as possibilidades de organização e ação da sociedade civil.

Em seis meses, foram realizados mais de 40 encontros. O resultado dos trabalhos está consolidado num relatório, concluído em julho de 2012. O trabalho serviu como base para a Plataforma nos debates no Congresso Nacional. Aprovado no Senado em dezembro de 2013, o projeto foi enviado para a Câmara e agora segue para votação em Plenário e sanção da presidente Dilma Rousseff.

quinta-feira, 22 de maio de 2014

CRIA participa de debate sobre educação integral na Uneb

O CRIA participa de mais um importante debate sobre o papel da sociedade civil na articulação com as políticas públicas. Com o objetivo de difundir e fortalecer a Educação Integral, o Fórum Baiano de Educação em Direitos Humanos traz personagens de ONGS, escolas parceiras, fundações, professores da educação básica e estudantes para compartilhar suas experiências dessa modalidade de educação.

Dividindo a mesa com Ana Fernanda Campos, da Cipó, a coordenadora geral do CRIA, Eleonora Rabêllo participa da da roda de conversa entitulada "Palavra de quem faz", sob coordenação de João Pereira (FEEDCA/BA). "Vamos falar de nossas experiências na perspectiva da promoção da educação integral. Abrir o debate com diferentes visões desse conceito irá contribuir para o Estado proliferar suas políticas na escola pública", reforça Eleonora.

O Fórum Baiano de Educação em Direitos Humanos é uma iniciativa do Grupo de Pesquisa em Educação e Direitos Humanos da Universidade Estadual da Bahia (UNEB) e do Fórum Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente da Bahia (FEDCA/BA), e acontece nessa quinta-feira (22), no Auditório Jurandir Oliveira, Campus I (Uneb).